domingo, 29 de julho de 2012

Reciclagem de papel


O papel é um dos produtos mais utilizados nas tarefas do cotidiano. Quando não está sendo mais utilizado, pode passar por um processo de reciclagem que garante seu reaproveitamento na produção do papel reciclado.O papel reciclado tem praticamente todas as características do papel comum, porém sua cor pode variar de acordo com o papel utilizado no processo de reciclagem. 

A reciclagem do papel é de extrema importância para o meio ambiente. Como sabemos, o papel é produzido através da celulose de determinados tipos de árvores. Quando reciclamos o papel ou compramos papel reciclado estamos contribuindo com o meio ambiente, pois árvores deixaram de ser cortadas. 

O papel reciclado pode ser utilizado em caixas de papelão, sacolas, embalagens de ovos, bandejas para frutas,  papel higiênico, cadernos, livros.  As caixas feitas com papelão ondulado são facilmente recicláveis, consumidas pelas indústrias de embalagens.




Os benefícios da  reciclagem do papel:
A cada tonelada de papel reciclado evita a derrubada de 20 a 30 pés de eucaliptos, ou de 16 a 30 árvores.


Água - para uma tonelada de papel reciclado são utilizados 2.000 litros de água, no processo tradicional, este volume pode chegar a 100.000 litros de água por tonelada.

Energia - em média economiza-se a metade da energia do processo tradicional, podendo-se chegar a uma economia de  até 80%.

Criação de empregos - estima-se que ao reciclar papéis, sejam criados 5 vezes mais empregos do que na produção de papel de celulose virgem.


Redução do lixo nos aterros sanitários.






Papel reciclável : caixa de papelão, jornal, revistas, fotocópias, cartões, papel de fax, embalagem longa vida.
                             


Papel não reciclável: papel sanitário, copos descartáveis, papel carbono, fotografias,  fitas adesivas, etiquetas adesivas. 






Processo de reciclagem do papel
Quando o papel chega a indústria de reciclagem, é cortado em pedaços e mergulhado em um tanque de água quente, onde é mexido até forma uma pasta de celulose. Em seguida, drena-se a água e retira-se as impurezas, o preparado é despejado sobre uma tela de arame. A água passa por esta tela e ficam as fibras; em seguida o material é seco e prensado por pesados cilindros a vapor e alisados por rolos de ferro, depois é enrolado em bobinas e passa a ser um papel novo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário